português

Poeta ao vivo na aula de Português

No passado dia 4 de março, a turma 10.º D (Curso Profissional-T. Gestão e Equipamentos Informáticos) recebeu um poeta de «alma e vocação» na aula de Português. A ideia desta iniciativa surgiu na sequência da abordagem da poesia e poetas portugueses, nomeadamente da oficina de escrita. A aluna Eliana Duarte, entusiasmada, aproveitou a ocasião para dar a conhecer uns poemas, muitíssimo bonitos, da autoria de um primo – Eduardo Duarte, Vice-presidente da Junta de Freguesia de Monchique e ex-aluno da ESMTG. Daí fazer todo o sentido a turma conhecer um poeta «ao vivo» e colocar-lhe algumas questões relacionadas com o ato de escrever poesia, ouvir alguns dos seus poemas e as circunstâncias em que os escreveu.

 Do convite à sua feliz vinda, foi um passo. Nessa aula, todos os alunos, sem exceção, escutaram e pareceram beber as palavras, tornadas mágicas, proferidas pelo jovem poeta.
O objetivo deste encontro era, de facto, que os alunos gravassem momentos bonitos e diferentes associados à escola e, sobretudo, à poesia. Os seus comentários por escrito confirmam o que já se adivinhava!


Eis alguns deles:
«Gostei muito das suas respostas às nossas perguntas e dos seus poemas. O poema «Inocência» foi o que mais me agradou por ser muito bonito e imaginativo.» (Rui Pereira)  

 «A aula com o Sr. Eduardo foi muito interessante, tal como os seus poemas. Gostava que o Sr. voltasse cá outra vez…» (Daniel Santos)

«O senhor Eduardo é um grande poeta, excelente pessoa, muito culto, um jovem cheio de potencial, só lhe falta publicar os seus poemas. Acho que foi uma das melhores entrevistas que fizemos.» (David Pires)

«Foi uma aula interessante e diferente. O senhor respondeu às nossas perguntas, leu uns poemas dele, de que gostei muito, e contou-nos aspetos da sua vida.» (Doina Maltev) 

«Foi muito agradável o tempo que estivemos na companhia do Eduardo Duarte, que nos aconselhou a ler e a escrever para que possamos compreender melhor o que nos rodeia.» (João Correia)

«Interessante… traz sempre consigo uma caneta e uns papelinhos insignificantes, tal como talões de compras, para anotar alguns versos que lhe vêm, como flashes, à cabeça.» (Eliana Duarte/Miguel Zeferino)

read more

By : João Alves /Março 14, 2013 /cursos profissionais, poesia, português /Comentários fechados em Poeta ao vivo na aula de Português Read More

Visita de estudo a Lisboa – 11.º E e F

No passado dia 4 de março, os alunos do 11.º ano, turmas E e F, do curso científico-humanístico de línguas e humanidades, foram a Lisboa, onde realizaram o percurso queirosiano e uma visita ao Palácio Nacional da Ajuda, acompanhados pelas professoras de português, Fátima Oliveira e Fernanda Coroa, e de história, Natércia Miranda. Com o percurso queirosiano, os alunos ficaram a conhecer os locais de Lisboa onde o escritor passou grande parte dos seus dias, aquando da sua curta permanência, na capital. Esses locais foram imortalizados nas suas obras e nas vivências das suas personagens. O Palácio Nacional da Ajuda, edifício neoclássico da 1.ª metade do século XIX, foi residência oficial da família real portuguesa, desde o reinado de D. Luís I (1861-1889), até ao final da monarquia, em 1910. Através de uma visita guiada ao piso térreo e ao andar nobre, alunos e professoras tiveram a oportunidade de desfrutar do requintado ambiente de uma residência real oitocentista, onde brilham notáveis coleções de artes decorativas dos séculos XVIII e XIX. Atualmente, a Presidência da República realiza aqui importantes cerimónias de Estado. Tratou-se, sem dúvida, de uma experiência muito enriquecedora e inovadora para os participantes. O interesse e o entusiasmo demonstrados pelos alunos excederam todas as expetativas. Notícia enviada pela professora Natércia Miranda
By : Luis Salema /Março 11, 2011 /história, português, visita de estudo /Comentários fechados em Visita de estudo a Lisboa – 11.º E e F Read More