21 de Março: Dia Mundial da Poesia

O tempo que nos cabe (ainda)

É dentro da cabeça,

lá dentro,
que o tempo nos consome
e nos faz falta.
Não há chuva morna
nem sol
que nos aqueça, quando

nos falta o sopro,

a luz, a cega fé que nos mantém

despertos, quando

por fora, o corpo

já anuncia a noite mais profunda.

Por isso,

é dentro da cabeça,

cá dentro,

para lá dos céus,

antes que o mar termine,

nesta imensa confusão de meridianos

que nos dói e nos deslumbra,

que se aloja o segredo

indecifrável:

a cor, o som, a luz

que nos conforta,

neste intensamente breve

instante

que é o tempo que nos cabe.

António Mega Ferreira

By : admin /Março 21, 2009 /biblioteca, Dia mundial da poesia /1 Comment